Blog - Veja estratégia passo a passo para fazer sua inscrição no Sisu CEV Vestibulares

CEV Vestibulares

Blog

Veja estratégia passo a passo para fazer sua inscrição no Sisu

Diante das diversas ofertas de vagas, cursos e instituições pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), é preciso ter uma boa estratégia para não se perder no meio de tantas opções e fazer a melhor escolha.

Confira a seguir o que levar em consideração ao fazer sua inscrição para o Sisu do primeiro semestre de 2018, que rola do dia 23 de janeiro até as 23h59 do dia 26

 

  • Inicialmente, trace um planopara selecionar suas duas opções de curso. Deixe a primeira opção para a sua prioridade absoluta, obviamente – aquele curso e aquela instituição que você tanto almeja. Para a segunda opção, pense em uma vaga que você acredita ser menos concorrida: pode ser o mesmo curso em uma instituição diferente ou mesmo outra carreira em que você também tenha interesse.

  • No segundo dia,você já começa a receber as informações do Sisu que irão balizar a sua escolha final. É que o sistema passa a informar a nota de corte dos cursos em que você se inscreveu, baseado no número de vagas disponíveis e nas notas dos candidatos inscritos. Lembre-se de que você pode mudar as opções quantas vezes quiser enquanto as inscrições estiverem abertas. Se a sua nota estiver acima da nota de corte, ótimo! É só ir acompanhando o Sisu diariamente durante o período de inscrições para ver se a sua posição se sustenta até o final.

  • Caso a sua nota esteja abaixo da nota de corte ou você seja ultrapassado por outros candidatos na reta final de inscrições, é bom pensar em um plano B. Fique atento ao número de vagas oferecidas pelo curso. Geralmente, quanto mais vagas, maior a chance de ocorrer uma segunda chamada. Neste caso, se sua nota não estiver muito abaixo da nota de corte, vale a pena manter a sua escolha inicial como a definitiva e tentar a sorte na lista de espera. Lembre-se que você ainda tem a segunda opção.

  • Como segunda opção, você pode ir na escolha mais segura, escolhendo uma vaga cuja nota de corte esteja a uma boa margem abaixo da sua nota. Aqui cabe uma ressalva: não escolha um curso apenas porque a nota de corte é baixa– se você não estiver disposto, de fato, a fazer esse curso, a probabilidade de desistir após o início das aulas é grande. Além disso, você estaria tomando a vaga de outro candidato. Se a sua escolha como segunda opção for em outra cidade, seja realista quanto aos custos e a possibilidade de se distanciar da família – estudar longe de casa requer um bom planejamento.

  • Após o encerramento das inscrições, o portal do Sisu e as instituições participantes divulgam o resultado final. Caso dois candidatos atinjam a mesma pontuação na disputa por uma vaga,o desempate utilizará as notas na seguinte ordem: Redação; Linguagens e Códigos; Matemática; Ciências da Natureza; e Ciências Humanas.

  • Se você passou na primeira opção, parabéns! Mas fique atento com as datas da matrícula – se você perder o prazo, não terá uma nova oportunidade, nem na lista de espera, nem na segunda opção.

  • Se você passou na segunda opção, atenção: matricule-se dentro do prazo previsto e não deixe de se inscrever para participar da lista de espera dos cursos da primeira opção. Quem sabe não sobra uma vaga para você? Isso vale também para quem não passou em nenhuma das duas opções. Se você for selecionado na lista de espera, a matrícula que fizer na primeira opção implica automaticamente o cancelamento de sua vaga na segunda opção, se você a tiver garantido anteriormente.

 

  • Se você não conseguir sua vaga pelo Sisu, não se desespere. Lembre-se de que há a possiblidade de se inscrever no segundo semestre. Ou prepare-se para o Enem novamente e tente a vaga do curso que você tanto almeja na edição do ano seguinte do Sisu.

 FONTE: Guia do Estudante